quarta-feira, 24 de novembro de 2010

ARTE NA RUA ! APOIE

Acabei de ler e assinar o abaixo-assinado online: «Arte na Rua»

http://www.peticaopublica.com.br/PeticaoVer.aspx?pi=P2010N4134
Obs: é só clikar em cima deste link e já estará no abaixo - assinado

Eu concordo com este abaixo-assinado e acho que você também pode concordar.

Assine o abaixo-assinado e divulgue para seus contatos. Vamos juntos fazer democracia!

domingo, 21 de novembro de 2010

ARTISTAS DE RUA BANIDOS NAS RUAS DE SÃO PAULO

Nas ruas de São Paulo, o artesanato esta proibido, as estátuas vivas também estão proibidas, agora também os músicos estão proibidos.
CUIDADO PESSOAS, LOGO SERÁ PROIBIDO SORRIR EM SÃO PAULO...RESPIRAR...
No caso especifico do guitarrista que perdeu o seu instrumento...tem vereadores músicos na câmara. Nenhum vai fazer alguma coisa pra mudar esta terrível "TRAGÉDIA PAULISTANA"?
(FOTO: CLAYTON DE SOUZA/AE)









Por e-mail, a PM informou que as manifestações culturais podem ser exercidas em qualquer lugar e que respeita e garante os termos constitucionais.No caso do guitarrista, a PM disse que o uso de amplificador descaracteriza a manifestação cultural e classifica seu ato como um evento(jornal estado de SP)
Agora vamos analisar seriamente esta questão, uma pessoa pode tocar na rua, mas usando um amplificador de 5 watts, que me parece o que o guitarrista Rafael usa, este ato se caracteriza como evento. Bom se é evento é igual então as toneladas de equipamentos da virada cultural(48 horas),igual a dezenas de caminhões, mais toneladas de equipamentos, na Av. Paulista durante a parada gay, igual as toneladas usadas nas manifestações religiosas e em varias eventos na  CIDADE DE SÃO PAULO.
Outra coisa é que ser estátua ou tocar guitarra, pode !, desde que o artista não coloque um chapéu para pegar uns míseros trocados pra sua sobrevivencia, o que acontece e é apoiado no mundo inteiro.Vários músicos mundialmente famosos, que hoje você tem que desembolsar uns $200,00 para assistir, tocaram nas calçadas de New York,Chicago,Londres, Paris,Berlim e Rafael Pio e outros artistas  estão fazendo isto praticamente de graça, alegrando turistas que curtem muito isto, inclusive na Av.Paulista.
As pessoas que fazem estas leis ou que estão por traz disto tudo, com seus lobbys, junto ao poder publico, devem viver numa redoma de vidro e quando saem dos seus castelos saem diretos para o aeroporto, pegam avião e vão lá fora fazer compras, em New York, Londres, vão comprar artesanato em Porto Belo Road, que é similar a Av.Paulista quando não tinha repressão, vão dar uma de brasileiro legal, colocando moedas para artistas de rua de lá, vão assistir a Shows de ex artistas de rua, que hoje cobram caro por um concerto, e por ai vai.
No mínimo o poder publico, deveria saber a importância cultural para a cidade que tem os artistas e artesãos de rua e facilitar as suas vidas e não atrapalhar ainda mais. Também nós não estamos numa Suíça, o desemprego enorme acaba trazendo uma massa muito grande de pessoas desempregadas para o artesanato e a  arte , mas isto é um problema da Maquina publica que suga o dinheiro dos impostos em altos salários e gastos indevidos, deixando de gerar emprego suficiente. Não se deve reprimir simplesmente sem dar opção alguma.O dinheiro dos altos impostos, mais verba federal que o município recebe para o setor cultural deveria ser usado para melhorar e capacitar pessoas do poder publico para criarem projetos na cidade. O artesanato por exemplo deveria ter um órgão independente, poderia ser junto com artistas de rua para agilizar este setor.



Aqui no meu blog eles podem tocar, pena que não da pra ouvir o som, preciso de videos destes caras, quando tiver colocarei na minha pagina de musica independente, que só esta começando
http://wanderart.blogspot.com/p/musica-musica-independente.html
Mas este cara aí é o blues man de verdade das ruas de SP, Da feirinha da Teodoro
Ed Blues
Zona blues band
Bluseiro das ruas e bares de SP
Edblueson@gmail.com        www.myspace.com/zona blues
(11) 6970-9495/7245-9666
Bues classicos e autorais

SEGUIMOS PROTESTANDO E COLETANDO ASSINATURAS PARA A LEGALIZAÇÃO DA FEIRINHA DA TEODORO AOS SÁBADOS
No ultimo sábado as pessoas que costumam frequentar a região, gostam da feirinha como parte de um reduto cultural, que compreende, as lojas de musicas, bares , padaria, descendo passando pela feirinha mais lojas, depois feira de Antiguidades da Benedito Calixto, bares tradicionais como o Consulado Mineiro e outros, paravam indignadas para assinar o nosso abaixo assinado.
O interessante que teve até fila para assinar, tudo voluntariamente, o que muitas pessoas podem comprovar. ou seja uma atitude errada, como esta da prefeitura não esta atingindo só a nós feirantes, mas sim muitas pessoas que curtem o "point" cultural de São Paulo







  



 A FEIRINHA / LEGALIZAR !!!


































 PESSOAS DE TODAS AS IDADES QUE FREQUENTAM O CIRCUITO CULTURAL

NA REGIÃO CIRCULAM VARIAS TRIBOS O QUE FAZ O "POINT" SER INTERESSANTE E NÃO EXISTE PROBLEMAS E DIFERENÇAS POR ISTO.











A FEIRINHA 
LEGALIZAR JÁ!!!

























AQUI A MUSICA 
PODE!!!





O BLUES
NA RUA 








ARTESANATO
DISCOS RAROS/BRINQUEDOS ANTIGOS DE COLEÇÃO/MUSICA/ARTES PLÁSTICA
PESSOAS DE TODOS OS TIPOS , CULTURAS, PAÍSES/VARIAS TRIBOS
A FEIRINHA DA TEODORO
LEGALIZE JÁ!!!






























Obs: Todo este material 
usado na pichação veio do lixo das lojas e depois no fim do dia, voltou para o seu destino, o lixo

terça-feira, 16 de novembro de 2010

QUINTA FEIRA 18/11 /11:00HS MANIFESTO DOS ARTESÃOS NA CÂMARA MUNICIPAL DE SP

Pessoal do artesanato e arte de rua, quinta feira vai ser o dia pra reclamar o nosso direito ao trabalho nas ruas de São Paulo, principalmente a feirinha da Teodoro Sampaio.
Avisar todo mundo, músicos de rua também, um amigo nosso perdeu a sua guitarra para a repressão um dias destes na Av. Paulista.
NÓS NÃO QUEREMOS ESTE TIPO DE ATITUDE COVARDE NA CIDADE DE SÃO PAULO
VAMOS DENUNCIAR PRA IMPRENSA E ÓRGÃOS DE DIREITOS HUMANOS INTERNACIONAIS

 NÃO AO APARTHEID SOCIAL

domingo, 14 de novembro de 2010

O DESRESPEITO AO ARTESANATO NA CIDADE DE SÃO PAULO

O artesanato e arte de rua vem sendo tratado muito mal pelo poder publico de São Paulo.
Pelo que se esta mostrando, na visão do atual Prefeito, Artesanato em São Paulo é crime, pois esta sendo tratado como caso de policia.
Neste sábado 13 de Novembro mais uma vez as pessoas que vem a rua Teodoro Sampaio, na tradicional feirinha de sábado, encontraram não o artesanato, mais sim a tropa da policia militar emprestada pelo governo de SP a prefeitura, atravez de uma lei votada na câmara municipal para justificar tal ato. O interessante que esta lei municipal foi colocada e votada rapidamente enquanto que o projeto de lei para uma politica publica do artesanato( PL 799/05) esta tramitando na câmara a mais de 5 anos, e este projeto foi discutido com todos os segmentos da sociedade e com o executivo. Teve também 5 audiências publicas.Outro detalhe interessante neste assunto é que quando a prefeitura vem a rua para tirar os artesãos, eles se justificam dizendo pra todos, inclusive para a imprensa: Sem a TPU(termo de permissão de uso) ninguém pode trabalhar. TPU que a prefeitura não da nunca, inclusive o prefeito não concede mais TPU, por decreto a mais de 1 ano, ou seja quem quiser fazer artesanato em São Paulo tem que saber que vai ser tratado como marginal pela prefeitura, então sobra para os artesãos alugar um pequeno espaço em um dos vários pequenos bazares ao redor da feirinha pelo preço que gira em torno de $300,00 a $1000,00 por mês.
Outro detalhe que deixa a "gente besta" em SP é a rapidez que leis são inventadas e votadas quando é do interesse deles e quando o projeto é de interesse publico, se arrasta por anos. Parece com aqueles filmes da época do Robin Hood quando o Rei criava o tipo de lei que o beneficiaria.
No caso nosso da Proibição e perseguição a arte de rua em SP, seria bom lembrar a prefeitura que quem manda na cidade de verdade é o povo, povo que vota, elege o prefeito, paga seus impostos e esse povo no nosso caso esta dizendo que gosta da arte de rua, esta assinando o nosso abaixo assinado expontaneamente e este mesmo povo daqui a dois anos estará votando novamente.
Finalizando, ARTE NÃO É CRIME PARA SER TRATADO COMO CASO DE POLICIA, ARTESANATO E ARTE DE RUA É CULTURA POPULAR. A PREFEITURA DEVE AJUDAR QUEM QUER TRABALHAR E NÃO MANDAR MAIS UM TRABALHADOR PRAS FILAS DE BENEFÍCIOS DO GOVERNO OU PARA ENGROSSAR A ENORME MASSA CARCERARIA DO PAÍS.
AS FOTOS QUE SEGUEM MOSTRAM A NOSSA MANIFESTAÇÃO DE REPUDIO A ESTA ATITUDE COVARDE DA PREFEITURA E O APOIO POPULAR QUE ESTAMOS TENDO





















































































































Ana Paula depois de gastar muitas horas para fazer um trabalho bonito, que as pessoas querem ver e comprar, não deveria ter o apoio da prefeitura, do que a intimidaçaõ atravez da policia militar 


































































Agora veja que interessante, veja pra onde que vai o dinheiro suado do povo.
Veja pra onde vai o dinheiro pago em altos impostos.
E veja por que apesar do Brasil ser um país rico, ainda mais agora tão falado nos avanços pelo Presidente Lula, não consegue diminuir a enorme diferença entre os "MARAJÁS"E SEUS SEGUIDORES e a imensa população de pobres caminhando para a miséria extrema. Pode inventar dinheiro, que ele nunca vai chegar na mão da população de pobres que somente pegaram as migalhas dos projetos assistenciais.
E nós artesãos da Teodoro tendo que brigar com a prefeitura pra tentar pegar apenas uma migalha para não passar fome

Governadores mais ricos comandam regiões mais pobres

http://br.noticias.yahoo.com/s/15112010/25/politica-governadores-ricos-comandam-regioes-pobres.html 

 Um artesão em São Paulo tem que ficar assim,com suas coisas jogadas preparado para correr da policia

 VALERIA PRODUZ TODO O SEU ARTESANATO, É JUSTO QUE TENHA QUE FICAR ACUADA, COM MEDO?

 

 

 

 

 

 Este anel foi pintado com uma agulha, depois coberto com resina. Sou marginal por tentar vender este trabalho num único dia que pedimos para expor estes trabalhos?

Este colar de cerâmica  antes era barro, que eu tive que amassar, depois cortar bem fino na gilette, mandar pro forno a 1000º e depois montar. Claro que bem antes de ele existir eu viajei vários anos pela América Latina, conheci um pouco da cultura pré colombina e me baseei nas chaquiras Peruanas, os colares que eram usados nos funerais dos incas e claro fiz a coisa do meu jeito. Eu preciso mostrar o meu trabalho e as pessoas que estão assinando o nosso manifesto na rua esta dizendo claramente: A PREFEITURA ESTA ERRADA QUANDO MANDA A POLICIA MILITAR CONTRA ARTESÃOS E ARTISTAS DE RUA!!! 

 

 

terça-feira, 9 de novembro de 2010

ARTE NA RUA! VOCÊ É A FAVOR OU É CONTRA?

 Você é contra ou a favor da legalização da Feirinha da Teodoro Sampaio,Pinheiros, São Paulo SP Aos Sábados?
Se a prefeitura legalizar só melhora a qualidade da feira, porque termina o clima de pânico, o espaço fica melhor pois será dimensionado para não atrapalhar a circulação das pessoas.

O dia do ladrão Fui roubado, entraram na minha casa, quebraram o vidro e arrombaram um cadeado, já era previsto e tinha tirado já ...