Total de visualizações de página

sexta-feira, 29 de abril de 2011

" God Save The Queen"! Kate Middleton, o casamento real...e o que é que eu tenho a ver com isto!


Muitos falam na volta de Jesus a Terra, para finalmente terminar o "serviço", mas fico imaginando se caso isto acontecesse, como seria Cristo chegando em pleno casamento real, na Inglaterra. Ele chegando passando entre as pessoas, perto do palácio, perto dos inúmeros seguranças, se conseguisse chegar bem perto da entrada  , se apresentando; - Eu sou Jesus Cristo e vim para a festa de casamento, por onde que eu entro? Os seguranças não o levariam a sério, além de tudo, porquê nesta volta,possivelmente não estaria usando a sua tradicional roupa da época, talvez o seu cabelo estaria curto, poderia ser um punk, executivo, hippie ou vagabundo, poderia ser japonês, mestiço, negro, branco, mulato, ou até brasileiro do Rio de Janeiro. Não , ele não só não conseguiria entrar, como poderia ainda levar umas “porradas” dos seguranças que perderiam a paciência, se ele insistisse, afirmando ser jesus Cristo na sua ultima volta a Terra. Mesmo as milhares de pessoas que estariam  na entrada do palácio, gente que normalmente reza todos os dias e  pede pelo seu nome, não acreditariam e ele correria o risco de ser linchado por estar atrapalhando as pessoas,que espremidas querem ao menos ver um pedaço, um resto de alguma coisa que venha la de dentro.Fico imaginando a cena; ele sendo retirado pelos seguranças, as pessoas rindo e ele dizendo; - Eu preciso entrar, tenho que avisar este pessoal  que a coisa aqui fora tá muito feia, não tem mais tempo pra ficar nesta farra real , as pessoas estão morrendo, o mundo tá estourando por todos os lados, deixa eu entrar...
Todas as pessoas tem direitos iguais! Quanta diferença entre a pratica e a teoria, tudo começa no momento que a pessoa nascer, se a pessoa nascer dentro do palácio de Buckingham, for neto da rainha ou mesmo filho de um empregado que esfrega o chão, a sua vida sera bem diferente da pessoa que por acaso nasça em algum povoado pobre  da Africa, nas caatingas do sertão nordestino, ou mesmo em alguma favela de São Paulo.
Segundo quem entende do assunto, os gastos com as mordomias, com o sistema monárquico da Inglaterra se justificaria com a arrecadação, com o turismo. Bom...pelo menos se esta arrecadação ajudar o povo mais pobre inglês, então, tudo bem, “God save the Queen”, senão o que é que a gente vai  fazer...Terminando de escrever este texto, me veio na cabeça uma musica(carimbó) que ouvi quando viajava pela região de Manaus, Belém, e o refrão principal que o cara repetia era “ O pobre , o rico, tudo acaba no buraco”




















MOTORHEAD - God Save The Queen [The Sex Pistols Cover]mrmetalli

video
video

God Save The Queen Sex Pistols studio version/Bruscarulez

quinta-feira, 21 de abril de 2011

Morar bem; O seu condomínio, a sua "quebrada", a sua oca.

Interessante como alguns poucos minutos de pedalada de bicicleta numa rua tranquila, refresca a cabeça e faz você ver coisas que normalmente passariam despercebidas pela falta de tempo e  correria em busca do nada de todos os dias. A vida é simples, de todo o lixo produzido pela nossa corrida diária, pouca coisa acaba servindo para o seu desenvolvimento e das outras pessoas do planeta. A grande verdade é que o ser humano ao longo dos tempos armou a sua ratoeira e ficou preso na sua bela invenção.Pra sustentar a sua " ideia de asno", tem que viver todos os dias desperdiçando energia e também atrapalhando a vida de milhares de pessoas. Eu gosto de perder tempo pensando, ouvindo e parando pra ver coisas que por si só explicam mais que um monte de livros ou horas de pesquisas no computador. Naturalmente tudo tem o seu preço e o meu é estar sempre sem dinheiro, "duro". Tive um amigo que trabalhava também com artesanato nas calçadas da Paulista, ele costumava dizer que ia escrever um livro intitulado; "como ganhar dinheiro, ficar rico", eu disse ; - bom , então vou esperar você escrever o seu livro, eu leio, e saio finalmente deste estado permanente de pobreza. Mas infelizmente ele não concluiu o seu projeto, talvez  tenha deixado pra mim esta "nobre missão", e como  sou um pouco perturbado, o titulo, caso escrevesse sairia assim; " Como conseguir ficar sempre pobre, perdendo bastante tempo", ou; " Se mantendo pobre, tentando por varias decadas montar uma banda de rock."( Este livro seria mais um recordista de fracassos)
Voltando as pedaladas pelo bairro onde moro, a Vila Pires em Santo André, numa rua próxima a minha tem um bar de esquina, onde sempre vejo um pessoal  tomando cerveja, "trocando uma ideia", alguém passeando com o seu cachorro. A impressão que se  tem é que estes "caras" vivem bem, tem uma sintonia com o seu "pedaço", ambiente, amizade e isto numa Vila simples, são pessoas como a maioria dos brasileiros que levantam cedo, chegam tarde na volta do trabalho, tem um carro na garagem, ou dois, nada de mais. Nesta rua não existe a ideia de um grande portão fechando o acesso, como nos condomínios fechados. Tudo isto faz parte da ideia principal que é a de viver bem, estar integrado com o que esta acontecendo a sua volta, com as pessoas.Mas mesmo nestas vilas que ainda resistem a especulação imobiliária, este saudável estilo de vida esta acabando. No caso da Vila Pires as construtoras, compram uma casa em um terreno de 12x 30 m, fazem a demolição e constroem 4 sobrados espremidos que parecem mais como caixas de pombos e aí você imagina, cada sobrado com um ou dois carros, que multiplicados por 4 dará um total de 8 num espaço que só deveria ter uma casa. Se cada sobrado tiver em média 4 pessoas são pelo menos 16 festas de aniversário por ano, tirando as festinhas dos netos e crianças etc, o pacote completo pode incluir ainda um ou dois skatistas "rebeldes" que vão querer mostrar serviço do lado da sua casa, da sua janela e se tudo  "CORRER BEM" o seu "pedaço" pode virar um " point" temporário para pelo menos uma dúzia de amigos do seus vizinhos skatistas.Com a chegada deste outro modo de vida,  das " caixas de pombos"vem também a cultura do individualismo ao extremo, todos viram suspeitos e muitos destes novos moradores, tem a ilusão que são classe média alta e devem ter nas suas cabeças a meta de se tornarem realmente pessoas com bastante dinheiro(o que não tem nada de errado, o problema é só o que podem fazer para atingirem os seus objetivos).
Os condomínios por sua vês trazem a ideia do afastamento dos problemas das grandes cidades, criam mais uma ilusão que é quebrada com um simples passeio de um morador pela sua região, onde poderá ser assaltado, sequestrado e morto.
Certa vez, li numa desta revistas velhas das salas de espera de dentistas , uma frase de um guru religioso, que dizia que o homem em todos estes milhares de anos evoluiu muito pouco e o que o homem chama de evolução, nada mais é do que formas sofisticadas para fazer o que sempre fez desde a época das cavernas, se antes corria com os seus dois pés agora corre em cima de 4 rodas, simplesmente para comer, fazer sexo, se divertir e dormir.
Muitas vezes, morar bem, é uma condição que pode depender muito da sua cabeça, um bom lugar pode virar um inferno e as vezes um "buraco" ou uma pequena casa numa favela pode virar o melhor lugar do mundo, o ideal seria que todas as pessoas tivessem condições mínimas e boas, de moradia, o tamanho do Brasil e a sua riqueza mostram que isto é perfeitamente possível, mas enquanto existirem pessoas que precisam de varias casas espalhadas por praias, montanhas, diversas cidades, cada uma com 12 banheiros, vai demorar um pouco ainda.
 Obs:Caso o meu amigo lançar o seu livro, eu ler e ficar rico, vou construir uma casa com 50 banheiros, 5 piscinas, 3 com água quente, sendo que 2 com cascatas e água purificada importada das cordilheiras do Himalaia,  12 cozinheiras francesas...
Veja também o que escreveu Akirarw em seu blog(sonorica)http://sonorica.blogspot.com/2011/03/condominios-fechados-nova-onda-do.html

video
Almalem/até quando/por: fantasmycband










































































































imagens/google
video
 Cólera/viaduto/por: Marcelpunk

terça-feira, 19 de abril de 2011

A velha e manjada" PULITYKAJEM" do nosso país

PSDB tenta reverter desmonte na bancada de SP

terça-feira, 12 de abril de 2011

Assassino das crianças no Rio não sofreu "bullyng" quando era criança, ele foi "ZOADO"

 Cuidado com o "BULE"


Se todos perceberem, não da mais tempo pra se refazer de uma noticia ruim, de uma tragédia, logo vem a próxima e depois outra e como tudo passa rápido, com a necessidade de mais noticias e espetáculos, a "turma do sofazão" os  especialistas que aparecem pela TV e jornais para analisar e tentar explicar os fatos, colocam  na telinha para milhares de pessoas o que consideram como os motivos que levaram a determinada tragédia ou crime. Claro que existem especialistas de verdade, sabem do que estão falando, principalmente aqueles que já passaram e conheceram as diversas facetas do crime, da tragédia e com a ajuda das probabilidades e da matemática pura, mais intuição e analise do comportamento humano, podem ajudar bastante para que diminuam as chances de algo voltar a acontecer ou pelo menos preparar mais as pessoas para tais possibilidades. No caso do massacre na escola, o que certas pessoas falam, é no minimo muita falta de responsabilidade para tratar de um assunto deste tipo. Uma das coisa que ouvi muito foi: O garoto sofreu "bullyng", ele era retraído, se deu mal com as garotas, não conversava com ninguém, passava horas isolado no computador, era esquizofrênico, portanto , cuidado. Agora e  outros tantos milhares de garotos que tem o mesmo tipo de comportamento, perfil, mas não se transformaram em assassinos, muitos podem no futuro serem gênios da musica ou da ciência como a história já provou, ou levar uma vida normal sem grandes problemas. Não seria ruim para muitas crianças que por escolha ou diversas circunstancias vivem isoladas no seu mundo, serem tachadas de possíveis assassinos?
Penso que quem tem que se curar primeiro é a nossa sociedade que padece de grave enfermidade, copiando modelos , formulas e ainda querendo ter controle de uma coisa que nunca vai ter; a natureza humana. Com esta ideia de controle , explicações pra tudo, sanidade total se esquecem de um detalhe muito simples: o homem é um animal que por mais que aparente ter um raciocínio mais evoluído que as outras espécimes( eu não tenho certeza disto), ele ainda, nestes milhares de anos não decidiu e não sabe o que é, qual a sua função, horizontal, vertical ou o que? Mas acredito que uma coisa já ajudaria, a noção disto levaria o ser humano a uma vida mais simples, não vender ou comprar sexo por exemplo, viveria com uma vida sexual mais saudável, como os animais, as plantas, as bactérias, os vermes e todos tipos de micróbios, seria menos vulnerável ao ataque dos especuladores que precisam do seu sangue para manterem as suas gordas contas bancarias.
Voltando ao assunto da "zoação" na escola; Primeiro que isto não é motivo pra nenhum covarde pegar uma arma e atirar em pessoas que nada tiveram com o seu problema do passado, e outra, "zoação" sempre vai ter, quando eu estava no colégio, um amigo,  fez um desenho meu com um pescoço enorme e colocou no patio , quando sai, no recreio ele ria de mim, junto de seus amigos, eu o peguei e enchi a sua cara de porrada e ninguém mais "zoou"comigo, no meu bairro tive problemas e isto me levou a praticar judo, que além de me ajudar na defesa, me ensinou a ter um pouco de controle sobre a raiva. E por ultimo, se a pessoa zoada não tiver como se defender, a violência também não é o melhor caminho, os país tem que intervirem na escola, na hora.
Agora aqui no Brasil, o pessoal tem que perder esta mania de copiar tudo que vem de fora; AQUI NÃO TEM " BULE ", AQUI TEM " ZOAÇÃO", O CARA PODE SER "ZOADO" NO TRABALHO, NA ESCOLA E TEM QUE SAIR DESTA, RESOLVER ISTO BRINCANDO, ENFRENTADO OU ATÉ DENUNCIANDO, MAS NÃO PODE DEPOIS DE CERTOS ANOS MATAR QUEM NÃO TEM NADA A VER COM ISTO.

Vídeo gravado supostamente pelo atirador do Rio de Janeiro
video


CUIDADO COM O BULE

sexta-feira, 8 de abril de 2011

Artesanato proibido/ A feirinha da Teodoro

Ainda não tivemos nenhuma resposta positiva sobre o nosso problema da proibição da Feirinha da Teodoro aos sábados. Como amanhã penso que novamente vamos chegar na rua Teodoro Sampaio e  encontrar  a Policia Militar proibindo o nosso trabalho(cumprindo ordens da Prefeitura), então vamos pra lá para protestar e seguir lutando por aquilo que nós achamos certo; O direito que todos tem ao trabalho.
Fora isto, penso que já esta mais do que explicado que ninguém esta querendo fazer nada pra melhorar as condições do pessoal que trabalha com arte e artesanato de rua em São Paulo, então lutaremos também por mudanças, o que esta errado tem que mudar e ser deixado de lado e no próximo ano teremos eleições, para Prefeito e vereadores.













































































video
Bad Religion/American Jesus

Obs: É quase impossível prever que um louco vá entrar numa escola e matar crianças ou mesmo pessoas de mais idade, mas é possível com certeza o estado fazer a sua parte e também todas as pessoas da sociedade, para que pelo menos diminua o numero de loucos criados por esse sistema, baseado no extremo do capitalismo e na corrida desenfreada pra alimentar e sugar os triliões de egos que sustentam a maquina toda.
video

Bad Religion/Sorrow
de:fernandossauro

domingo, 3 de abril de 2011

Em São Paulo, arte de rua e artesanato é tratado como caso de policia pela prefeitura


Novamente a repressão a Feirinha da Teodoro aos sábados

 O tratamento que o poder publico da para os artesãos em São Paulo, o descaso total, a falta de respeito, não parece coisa seria, como disse uma vez um artesão: é surreal, o maior absurdo.
Estamos repetindo a mesma "reza" já há vários anos, explicando, colaborando, trabalhando de graça, dando ideias, conversando com a maioria dos vereadores, pessoas do executivo e a resposta que sempre temos é a REPRESSÃO. Nas inúmeras reuniões que já participamos na Câmara Municipal de SP, onde toda a história já foi contada e recontada, sempre saímos com alguma expectativa de melhora, mas passa mais 1, 2 anos e nada. O que é mais irônico, que foi instituído na Câmara o dia do Artesão, mas o artesão continua mendigando por espaços na cidade, não pode trabalhar, tem que correr da policia mandada pela prefeitura.No máximo que pode fazer para sobreviver é sempre ficar pelas"beiradas" com um pequeno painel e escapando da policia por vários cantos da cidade para conseguir atingir uma meta mínima, porque todos pagam contas que vencem e conta não espera autorização do poder publico para adicionar as multas ou corte dos serviços, tem que comer, muitos tem filhos, escola, cadernos, medico, remédios." A outra solução que tem para o artesão e se conseguir, é ir para alguma feira que não vende quase nada ou alugar um ponto no entorno dos vários estacionamentos e galpões que alugam boxes para o artesão vender o seu produto; valor desses boxes:entre $400,00 e $ 1.200,00 por mês, se você vender somente $1.000,00, não interessa, ainda vai ter que pagar pra trabalhar. No litoral no verão, a situação é a mesma; artesão fugindo da policia com o seu painelzinho pelas "beiradas" e dentro das melhores feiras, pouco artesanato de verdade e muita "muamba" produtos do Paraguai, China e artesanato fabricado em serie que é vendido na rua 25 de Março. Outro detalhe muito importante é que enquanto o artesão que participa de praticamente todas as fazes no processo do seu trabalho estar do lado de fora de praticamente todas as feiras do país, dentro, muitas pessoas tem aposentadoria, outro emprego e na verdade eu nem sou contra uma pessoa que não esta ligada a arte ou que já tenha outra fonte de renda estar participando de uma feira, mas o poder publico, que existe e ganha dinheiro do estado para gerenciar todas estas questões, deveria não terminar com estas feiras, mas sim criar outras realmente para quem só vive de arte e artesanato( turista iria gostar muito disto) em espaços que sempre vão existir em qualquer cidade. Eu já vi isto em algumas localidades, fica bom e todo mundo trabalha".
Estamos esperando uma reunião com o executivo para resolver a questão, mas eles não comparecem, não marcam nada e depois novamente mandam a sua tropa para reprimir pessoas que precisam trabalhar e só tem o artesanato como meio de sobrevivencia. Já questionamos a constitucionalidade do uso da Policia Militar  para reprimir o artesão irregular, mas também nunca temos uma resposta.
Do artesanato vivem milhares de pessoas por todo o Brasil, gerando renda , turismo, lazer e uma cidade com mais de 10.000.000 de pessoas como São Paulo, não tem nem uma secretaria para pensar este segmento com a seriedade que merece, então segue a mesma politica do descaso e por outro lado a manipulação destas feiras por alguns grupos. Com tudo isto fica difícil fazer uma nova feira acontecer na cidade, porque os "proprietarios" das melhores feiras tem medo de concorrencia. E tem outra , uma nova feira, que realmente" pega", vira ponto de referencia, como a Feirinha da Teodoro, não acontece em qualquer lugar e a todo o tempo, surge devido a vários fatores; culturais, localização, hábitos, pelas pessoas que circulam e fazem o evento, não é uma coisa fácil de acontecer, agora se a prefeitura nunca colaborou na criação da feirinha da Teodoro , que surgiu graças a atitude dos seus personagens, porque que ela se acha no direito de simplesmente acabar com tudo, mandar a tropa da Policia Militar para humilhar, reprimir, proibir quem esta inclusive colaborando com o país. Sábado na Teodoro devia ter mais de 20 policiais para nos impedir de trabalhar, sendo que por toda a cidade falta policia preventiva e segurança para a população.
Nós artesãos de rua da Teodoro Sampaio vamos continuar lutando pela regulamentação da feirinha da Teodoro aos sábados, vamos pedir apoio a algum órgão de direitos humanos no Brasil e grupos internacionais, nós vamos contar a verdadeira história da "DEMOCRACIA A LA PAULISTANA" DA "PORRADARIA PRA CIMA DOS ARTISTAS E ARTESÃOS DE RUA DE SP"
Temos mais de 6.000 assinaturas das pessoas que apoiam a feirinha e assinaturas de apoio da maioria das lojas onde trabalhamos.
Quem quiser colaborar é só entrar em contato com a gente na feira aos sábados ou pelo blog. Temos também um abaixo assinado na Internet, é só entrar no link
http://www.peticaopublica.com.br/PeticaoListaSignatarios.aspx?pi=P2010N4134 e assinar, onde estiver escrito arte na rua é só repetir arte na rua.

Artesãos proibidos de exercerem o seu trabalho, guardam as mercadorias e quem ocupa a calçada é a tropa da Policia Militar














Proibido Trabalhar












Proibido Trabalhar















Proibido Trabalhar


















Proibido Trabalhar














Proibido Trabalhar














Proibido Trabalhar














Proibido Trabalhar



































Proibido Trabalhar













Proibido Trabalhar

A sorte dos dirigentes do Brasil é que o povo é tranquilo, apesar da desgraça, ainda leva na brincadeira






Proibido Trabalhar
















Este é um amigo nosso















Proibido Trabalhar
















Proibido Trabalhar








O pessoal fazendo um som
na loja , o que faz a rua ficar ainda melhor





























































Fotos/Rogério/montagem/gimp/Vanderlei











Um pouquinho de dinheiro para o blog de Maria Bethânia. Esta noticia já é passada mas como só agora fui dar uma lida direito no assunto e no caso a minha raiva é de hoje, resolvi colocar um link pra ela;

A cantora Maria Bethânia está provocando polêmica entre os internautas, nesta quarta-feira.
Ela entrou para os Trendings Topics Brasil do Twitter e já aparece até nos Trending Topics Mundial depois de ter recebido R$ 1,3 milhão do Ministério da Cultura para criar um blog chamado " O mundo precisa de poesia". A proposta do página é que a cantora publique diariamente um vídeo declamando poemas, numa série de 365 clipes dirigidos por Andrucha Waddington.
Estão chovendo críticas à Maria Bethânia e ao MinC no twitter:
“R$ 1,3 milhão do Ministério da Cultura pra um Blog da Maria Bethânia?? ME POUPE!!!!!!! Um desperdício do dinheiro público!!" reclamou o internauta @DuxFractusV
 http://extra.globo.com/tv-e-lazer/blog-de-maria-bethania-cria-polemica-no-twitter-1324456.html


Eu também quero

Eu também quero fazer poesia
Eu também quero $ 1.300.000,00 pra fazer meu blog
Eu quero
Eu quero muchuuuuuu...
Todo brasileiro também ia querer
Aquelas crianças descalças
Indo pra escola
Aquele pessoal das encostas
Podiam até comprar uma casa
Aquele cara na fila da sopa
Daria pra ter um rango todo dia
Eu quero
Nois qué
Eles qué
Tudus nóisyzes qué
Muchuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu....

Vanderelei Prado                    
Bad Religion/Punk Rock Song
video