Total de visualizações de página

quinta-feira, 30 de junho de 2011

Quem não quer ser um milionário?


Dinheiro não traz felicidade”, todos conhecem este ditado e mais um monte de outras perolas dizendo o contrario,  agora se eu tentar criar a minha própria frase, poderia ser; "Melhor ser infeliz e cheio de problemas com muito dinheiro do que sem dinheiro”.Escrevendo este texto lembrei de um um fato que me aconteceu 20 anos atrás quando eu vagava de mochila na região de Minas Gerais. Conheci um possível vocalista pro meu projeto de montar uma  banda de rock de estrada. Ney  era o seu nome, fanático por Pink Floyd, quando cantava suas composições entrava em transe e parecia um ser saindo de uma tumba egípcia com os olhos vidrados, dava medo. Ele naquele momento buscava  trabalho como garçom nos bares e restaurantes de Valadares, eu como sempre no artesanato, estávamos sem dinheiro e passando fome e a coisa tava tão “ braba” que a gente um dia dividiu uma “paçoquinha” . Alguém poderia falar; - mas estava feliz. - Não! Estava com muita fome e neste estado você não tem noção de outras coisas, claro que eu tinha a sensação de liberdade eu havia dado uma “bica” em quase tudo que não fazia sentido pra mim já a algum tempo e estava perseguindo aquilo que  realmente fazia parte do meu planeta desde os 10 anos de idade; musica, Rock, estrada.
Domingo passado a minha irmã me ligou pra saber se era eu o “cara” que tinha acertado na megassena sozinho, porque eles não tinham nem passado perto( o premio foi de $ 72.000.000). Por uns instantes, como ainda não tinha conferido o jogo, comecei a fazer  contas, as probabilidades matemáticas que eu não entendo nada, mas que ficou assim: Ganhar na megassena sozinho é quase como um grão de areia numa praia  ser escolhido por alguém, ninguém escolhe grão de areia, mas vamos imaginar que alguém pegue você, o grão, na pontinha da unha e deixe o resto lá na praia, o preferido, é muito difícil que você seja o escolhido, "o cara", mas como o premio saiu na minha cidade agora as chances eram + ou – de 1 pra 200.000 grãos em um monte de areia menor, melhorou, mas logo eu parei de fazer as contas porque eu lembrei que não havia feito o meu jogo em Santo André e sim de ultima hora na Teodoro Sampaio - Pinheiros. No outro dia a minha irmã que gosta muito de me dar noticias de funerais ou coisas ruins me deu mais uma noticia que pra mim só serviu pra dar mais raiva; o “cara” que acertou, fez o jogo no Carrefour(super mercado) perto da nossa casa, onde eu e muitos da família e “AMIGOSSSSS...”  muitas vezes fazemos o jogo. Mesmo fora do time voltei a fazer contas e supondo que 2000 pessoas fizeram o jogo nesta lotérica,pensei; Quando novamente uma pessoa que fez o seu jogo neste local vai ter   a oportunidade de ser 1 grão para apenas um “punhadinho” de areia na mão de alguém?
Na minha família ninguém ganhou, alguns estão muito quietos e sumidos (a paranoia milionária), pelo menos poderia ser um daqueles amigos do passado que num certo dia ficou bêbado a noite inteira te enchendo o saco, chorando tanto que escorria a “meleca pelo nariz” porque a namorada tinha lhe dado um belo pé no traseiro, como você foi o cara legal que aguentou o “mala”, agora seria a hora da retribuição, mas acho que se fosse um “mala” amigo o premiado, você nunca mais o iria ver.
A questão do materialismo, a necessidade de muito dinheiro também por algumas pessoas é algo sem explicação, tem pessoas que até os últimos momentos da vida estão focados no dinheiro que vão deixar, e não é só dinheiro,"coisas", eu vi um mendigo vestido de plastico andando pela cidade, arrastando um monte de objetos, que no minimo deveria atrapalhar muito a sua batalha diária por lugar pra dormir e comida, mas ele não soltava um pedaço das sua coisas e ele não era catador de material reciclado que é algo muito diferente.







charges/Google

segunda-feira, 27 de junho de 2011

A voz rouca de Elza Soares


 Quem gosta de musica não deve se contentar com pouco, infelizmente a maioria das pessoas ficam vulneráveis as necessidades de rotatividade e lançamentos da industria da musica. A mesma ansiedade que tomou conta das mentes das pessoas mais fracas, que sem perceber que as suas cabeças já não lhes pertencem, não conseguem parar de comprar e trocar coisas muitas vezes bem melhor que  os milhares de lançamentos de todos os anos, também se apossou das artes, da musica.
Talento não é um produto que se encontra nas prateleiras dos supermercados.
Elza Soares é o melhor do samba, suas vertentes e fusão, ela faz da voz um instrumento, sem duvida uma das maiores cantoras do Brasil e do mundo.

     Elza Soares   Rio de Janeiro
video


















The Sound of Rio | Elza Soares performs "Formosa"

MilanRecords

video























































http://wanderart.blogspot.com/p/musica-musica-independente.html

terça-feira, 21 de junho de 2011

Embu Das Artes/ "Cara" do interior e do lado de São Paulo

Tem coisas que estão ao seu lado, mas por algum motivo você acaba esquecendo, mas aí tem mais um daqueles domingos bem "xarope", você na sua casa ouvindo barulho da festa dos outros , o cheiro do churrasco que você não vai comer, carros passando com som alto, algumas centenas de skatistas indo pra pista, passando em frente da sua casa, muita moto, fogos se for dia de jogo...Aí você sai da sua concentração e fica que nem um zumbi, andando pela casa, uma passada pelo computador, uma olhada nos pardais do seu quintal(quem tem quintal), café, TV,"COME",aí repete: computador, pardal, se for dia de corrida de formula 1 ainda tem a locução do Galvão Bueno como Bônus extra( caso você for um grande astro do cinema, astro do rock ou um grande empresario, tenha um avião a sua disposição e varias casas com piscinas, 19 banheiros cada, isto que estou escrevendo não é pra você ). Depois de algum tempo da sua zumbinização" pela casa, a coisa acaba ficando perigosa, então por um milagre qualquer você desiste da ideia de sair pra fora "GRITANDO E BABANDO FEITO LOUCO", e toma uma decisão mais inteligente: dar o fora! Sair! Sempre é bom dar uma caminhada ou uma esticada pra  conhecer  ou rever algum daqueles lugares que valem a pena.
Domingo fui até Embu, já estive ali algumas vezes, é um lugar  sempre  bom pra mudar um pouco as coisas. Como vendo artesanato levei algo para oferecer pra alguma pequena loja ou para quem só compra para revender.
Tempos atrás, numa das minhas passadas por lá,não gostei muito por ter visto num lugar de tradição de arte, muita "muamba" e novamente artesanato comprado na rua 25 de Março em SP, mas desta vez parece  que isto esta mudando, novamente predomina o artesanato verdadeiro. Embu é uma cidade que tem aquela "Cara" de cidadezinha do interior, com a vantagem para quem gosta também de cidade grande,  que esta ao lado de São Paulo, tem muita arte e artesanato  pelas ruas , musica,  ao contrario de São Paulo onde a prefeitura optou pela repressão a Arte de rua. Embu tem varias fabricas de moveis artesanais, bares e comidas de todos os tipos. Outra coisa que percebi no caminho de volta foi a enorme quantidade de casas para shows, o que deve fazer dali um bom lugar para a vida noturna,  vou comprovar isto numa destas noites( quando conseguir dinheiro, porque um artesão em São Paulo foi transformado ao longo destes anos em uma pessoa igual a um desempregado, mas isto merece um capitulo a parte).
Pra terminar, você passa um bom domingo indo pra Embu, é fácil pra chegar, é barato porque a maioria das coisas estão nas ruas e no final do dia você volta pra sua casa " DESCARREGADO"
Como dizia Sir Emerson Fittipaldi: - Eu Recomendo...
Namoradeiras



















Imagens/Google
http://wanderart.blogspot.com/p/bicicleta-iios-problemas-e-outras.html











Foto/ Alex Kawazaki



sexta-feira, 17 de junho de 2011

Uma biblioteca digital grátis, não perca!

Recebi um e-mail para passar pra frente e como o assunto é realmente de utilidade para todos,estou colocando aqui, junto com o endereço

Leitores, estudantes, aproveitem essa oportunidade criada pelo Governo Federal...divulguem aos seus contatos...
www.dominiopublico.gov.br


Uma bela biblioteca digital, desenvolvida em software livre, mas que está prestes a ser desativada por falta de acessos. Imaginem um lugar onde você pode gratuitamente:

·
Ver as grandes pinturas de Leonardo Da Vinci ;
· escutar músicas em MP3 de alta qualidade;
· Ler obras de Machado de Assis
Ou a Divina Comédia;
· ter acesso às melhores historinhas infantis e vídeos da TV ESCOLA
· e muito mais....


Esse lugar existe!

 

O Ministério da Educação disponibiliza tudo isso,basta acessar o site:
www.dominiopublico.gov.br
Só de literatura portuguesa são
732 obras!
Estamos em vias de perder tudo isso, pois vão desativar o projeto por desuso, já que o número de acesso é muito pequeno. Vamos tentar reverter esta situação, divulgando e incentivando amigos, parentes e conhecidos, a utilizarem essa fantástica ferramenta de disseminação da cultura e do gosto pela leitura.

Divulgue para o máximo de pessoas!






terça-feira, 14 de junho de 2011

Como sobreviver ao transito de São Paulo? Morre mais um ciclista na cidade.

Um domingo, 3 semanas atrás, deixei a minha velha bicicleta no bicicletário de Santo André, embarquei no trem, depois metrô e por fim cheguei a estação Liberdade, passei na feira da Praça e depois resolvi seguir caminhando pela cidade, subi a Brigadeiro e entrei na Paulista no sentido Consolação. Caminhar além de te manter em movimento, faz você ver outras coisas e neste caminho vi uma bicicleta colocada como um monumento, e claro, eu já sabia que na AV.. Paulista havia morrido uma ciclista, vitima do transito, parei li o que estava escrito em protesto e homenagem a pessoa; Márcia Regina de Andrade Prado, e segui o meu caminho pensando sobre o lamentável acidente, a fragilidade da vida e como o transito das grandes cidades do Brasil mata mais do que muitas guerras. A mais ou menos 2 anos passados eu estava dentro de um ônibus, chovia, e na pressa de todos no transito, uma senhora foi atropelada por este ônibus que eu estava, ela ainda teve o azar de cair debaixo da roda. Descemos  rápido e todos tentaram salvar esta mulher que ainda estava consciente debaixo do pneu. Uma oficina do lado pegou um “macaco “, levantou o ônibus e levaram a mulher pro hospital, mas fiquei sabendo depois, o que era de se esperar, infelizmente, que ela havia morrido, o pior, foi que  eu vi a cena e na correria ela passou na frente do ônibus com o seu saco de compras. Correu pra não chegar a lugar nenhum, devia ter alguém esperando ela chegar em casa com as suas poucas compras.
Outra vez fiquei sabendo de uma criança que morreu atravessando a rua na faixa,  foi atropelada por uma moto que simplesmente não parou no farol.
Na verdade esta muito difícil se manter vivo hoje em dia, mas eu pra melhorar as minhas chances não confio em muita coisa, só atravesso uma rua depois que, em caso de ser na faixa e estando o farol vermelho para os carros, olhando nos pneus, eles estão parados, depois ainda é bom conferir se não tem nada vindo na outra direção, das calçadas, e motos no corredor. Além de evitar de atravessar ruas correndo, é bom esperar “ limpar o transito”, pra que se possa ver melhor tudo que esta na área que você vai atravessar. A noite pior ainda, porque os faróis altos sem necessidade, podem fazer com que o seu calculo de errado e algo pode surgir do nada e aí, “adios”. Tem aquela frase manjada que diz;”mais vale perder um minuto na vida que a vida num minuto”, eu ainda mudo esta frase para; “ perder até uma hora e seguir mais um tempo no planeta tomando uma cervejinha”.
Com a morte de mais um ciclista:Antonio Bertolucci, as pessoas vão se lamentar, vai haver protesto, mas novamente pouco vai ser feito, porque o “estrago provocado por décadas de descaso, falta de planejamento, educação, e pior, da ignorância da maioria das pessoas que acreditam que o planeta e todas as coisas estão aí para lhes servir, não vai ser revertido. Eu não tenho carro, só ando de bicicleta e convivo com a falta de respeito no transito a todo momento, tem pessoas que param o carro porque tem outro na frente e vem outro atrás e já começa a buzinar, tem carro que sai da garagem do prédio pra calçada já em velocidade acelerada, bicicleta então, muitos se puderem te jogam pra fora da rua. Tem de tudo, pedestre folgado também, ciclista que coloca a bicicleta no meio dos carros, costura e bicicleta não tem torque pra isto, uma pequena falha do seu pé no pedal, se escorregar, você pode virar suco de tomate.
Embora seja errado, pela falta de ciclovias, excesso de carros em circulação e falta de respeito dos motoristas com quem esta pedalando, eu sou obrigado a usar as calçadas, isto em trechos com poucas pessoas e uso as ruas quando fecha o farol, aproveito o tempo dos carros parados e ganho algum terreno e assim desenvolvo a minha tática para a cidade e procuro sempre estar na defensiva para me manter vivo.
Infelizmente a vida da ciclista Márcia Regina de Andrade Prado que morreu na AV.. Paulista e de Antonio Bertolucci não sera trazida de volta e de tantos outros que fazem parte somente das estatísticas do transito assassino das grandes cidades, mas todos tem que pensar muito serio no assunto, um movimento errado pode acabar com toda uma historia e ainda deixar muitas famílias desoladas.
http://wanderart.blogspot.com/p/bicicleta-na-cidade.html 

quarta-feira, 8 de junho de 2011

Stevie Nicks e Sheryl Crow/ ao vivo em 1999

video
Gold dust woman- 1999/ de: matthewsnicksfan

O verdadeiro talento é muito diferente de muitas encenações ou qualquer pretensão de se querer mostrar o que na verdade não se tem.
Stevie Nicks, o melhor do melhor, simplesmente.
Grande Sheryl Crow, também.

Gold Dust Woman

Rock on, Gold dust woman
Take your silver spoon
Dig your grave

One last challenge
Pick your path and I'll pray
Wake up in the morning
See your sunlight burning to go down
Lousy lovers pick their preys
But they never cry out loud
Cry out

Did she make you cry?
Make you break down?
Shatter your illusions of love?
Is it over now?
Do you know how?
Pick up the pieces and go home

Ooh, shadow of a woman

Rock on, Gold dust woman
Follow those who pale in your shadow
Rulers make bad lovers
Better put your kingdom up for sale
Up for sale

Did she make you cry?
Make you break down?
Shatter your illusions of love?
Is it over now?
Do you know how?
Pick up the pieces and go home

Did she make you cry?
Make you break down?
Shatter your illusions of love?
Is it over now?
Do you know how?
Pick up the pieces and go home
To go home

Shadow of a woman
Black widow
video
Gold Dust Woman- 1981/by seegtunes














letras de musicas e partiturashttp://wanderart.blogspot.com/p/enderecos-e-telefones-uteis.htm

segunda-feira, 6 de junho de 2011

Mais impunidade no país da impunidade

Se já estava ruim, agora é que a coisa vai ficar bonita.
Novamente eles não fazem o serviço que tinham que fazer, como naturalmente pela falta de investimentos levam diversas áreas do estado quase a falência, depois como sempre eles arrumam uma "gambiarra qualquer", igual aquelas que a gente vê em muitos bairros pobres das grandes cidades( puxando energia diretamente dos postes), para mostrar que estão fazendo alguma coisa.
Novamente quem vai pagar a conta é o povo, e talvez com a própria vida.
Também as pessoas deste país deveriam ter avaliado melhor os seus candidatos quando votaram, e também deveriam analisar se vale tanto a pena ficar brigando por nada nas ruas, se matando nas brigas em dias de jogos de futebol...etc...etc..., enquanto lá em Brasília eles votam matérias contra o interesse do cidadão que tenta respeitar a lei.
Veja esta matéria http://osamigosdobrasil.com.br/2011/06/05/mais-impunidade-no-pais-da-impunidade/

domingo, 5 de junho de 2011

A Chinesização da economia do Brasil


Na TV, as coisas para o lado do Brasil estão maravilhosas, perfeitas, o país do momento, muita “puxação de saco”, copa do mundo, olimpíadas, ainda tem o filme, animação; Rio, fazendo sucesso. Quando se trata do assunto referente ao que mais importa para o povo, o emprego, especialistas falam em aumento de “não seiquanto,nãoseiquelá %”, segundo muitos comentaristas, o país nunca teve tão bem, “ o povo tá comendo queijo e carne 3 x por semana e até já consegue adquirir um monte de cartões de credito e ficar louco todo final de mês para tentar cobrir tudo. Muitos conseguem pagar planos de saúde na ilusão que vão se livrar do péssimo sistema publico , mas depois de um tempo , com raras exceções, descobrem que estão navegando na mesma "prainha  suja".
Na pratica, a realidade é outra, e uma maneira bem fácil de perceber a realidade de um país, é olhar pras ruas, aí sim, longe das teorias e números, você vai perceber a enorme quantidade de pessoas vendendo todo tipo de bugigangas (camelôs), e uma outra grande parte de pessoas, que lotam trens e metrô, percorrendo grandes distancias para trabalhar nas inúmeras lojas  das grandes cidades. Todo mundo esta trabalhando pra quem esta vendendo e ao contrario do trabalhador que ainda esta na parte da produção, empregado em alguma empresa fabricante de carros ou peças, o salário é bem mais baixo, fazendo cair a qualidade de vida da pessoa e obrigando o trabalhador a fazer horas extras ou ter mais de um emprego( quando consegue). Até seria interessante esta enorme quantidade de gente, que lota diariamente o transporte publico, estar ajudando a aumentar a produção dos produtos que abastecem as  lojas, mas aí é que esta outro grande problema; toda esta mercadoria que abastece todas as redes , desde pequenas, medias e grandes lojas de Shoppings,não esta sendo fabricada no Brasil, como todos já sabem, elas vem na sua maioria , da China. Sobram as banquinhas de camelôs, lojinhas e pequenos boxes,que também estão vendendo todo tipo de produtos fabricados fora do Brasil. Pra você confirmar isto, basta olhar cada pequena loja ou banquinha pela cidade,que você verá o mesmo tipo de mercadoria, igual, e o mesmo produto  você vai encontrar na região da 25 de março, que abastece todo o país. Resumindo, a maioria destas pessoas que acordam na madrugada, se espremem em trens e metrô todos os dias estão na verdade trabalhando pra China, deixando de ajudar a criar milhares de empregos no nosso país. Outro detalhe interessante, é que nem todo o matérial vem da terra de Mao Tsé tung, uma boa parte já é fabricada aqui, na região das lojas da estação da Luz e Braz(por exemplo) por milhares de trabalhadores Bolivianos,fazendo a pequena industria de roupas, que tem que pagar muitos impostos e  obrigações trabalhistas, não ter como competir nos preços. A outra parte cruel da história, também, é que grande parte das lojas de roupas,bijuterias, são de Chineses, que naturalmente tem a mercadoria mais barata, então a pessoa no Brasil que abre uma loja e não trabalhe da mesma forma , não vai funcionar por muito tempo, basta pesquisar o numero de lojas que sempre estão fechando, naturalmente outras abrem, mas acontece a mesma coisa, vai acabar falindo.
Longe dos números e belas teorias sobre o mercado, eu percebi isto facilmente. Devido a dificuldade pra conseguir espaços pra vender artesanato em São Paulo, tive que sair em busca de lojas pra vender o meu produto e ao contrario de tempos atrás quando eu conseguia vender pra algumas lojas, agora eu estou andando bastante e pior, não encontro mais nada, a maioria esta vendendo  produtos, da China. Agora o que tem de errado em tudo isto? A China esta errada? Naturalmente que não, ela sabe que tem que criar milhares de empregos no seu país, de um modo ou de outro. Quem esta errado é o nosso governo, que já vinha mal no passado e depois com o Lula, ainda foi reconhecer a China como economia de mercado, ou seja, saindo do “papo serio”, pegou “O BONECO E COLOCOU NO COLO”, e justo o Lula que sabe da importância do emprego na vida das pessoas. Eu penso que o plano assistencial é necessário, mas porque não mudar esta politica para outra que faça ressurgir inúmeras pequenas fabricas no Brasil. Pode ter certeza que ia diminuir o numero de assaltos no país. De que adianta ser a 7ª economia do planeta, descobrir petróleo, ser o grande país do momento, mas seguir deixando a grande massa de pessoas vivendo como escravos, trabalhando muito e ganhando pouco, isto quem tem trabalho, porque uma outra parte da população, vai vender balas no farol, ou vai "mandar balas no farol"
Os dirigentes deste país, tem que entender, que não dá pra todo mundo virar pedreiro  na construção civil( que anda muito bem), e  nem todos conseguirão qualificação para os inúmeros empregos de qualidade. A solução é o mercado interno ser abastecido por pequenas fabricas e isto não quer dizer fechar a economia do país, o que é impossível, mas fazer como todos os países, inclusive a China faz, governar para o beneficio do seu povo.
















video
Chin shun Shin      vídeo : Vanderlei Prado




quinta-feira, 2 de junho de 2011

Brasil: Entre o que é legal e o imoral/ Palocci , Mansur e outros mais


Brasil: O que é legal? O que é vergonhoso e imoral? Cadeia no nosso país é só pra pobre mesmo?
Baseado nas ultimas noticias sob possíveis atos irregulares do Ministro Palocci e do caso Mansur( foi julgado, condenado, mas não fica preso) a gente acaba dizendo; - Eu tenho vergonha de ser Brasileiro! Porém a coisa não é bem assim e o problema não é com o país e sim com estas raposas e o velho jogo de troca de favores que não deixa o povo, que é o Brasil de fato, sair do “chão”, melhorar.
“Em meio às denúncias de enriquecimento ilícito do ministro-chefe da Casa Civil, Antônio Palocci, a presidente Dilma Rousseff disse hoje que a crise mais permanente é a pobreza. "Se somos capazes de dar atenção a problemas e crises, não podemos esquecer da crise mais permanente, do problema maior e mais angustiante, que é termos a pobreza crônica instalada no País", afirmou.” ( O Estado de SP)
Eu concordo com a presidente, “ Pero no Mucho”, porque justamente esta enfermidade do nosso país com a coisa publica é que leva o povo à miséria, a pobreza, e sem querer julgar o ministro antes do tempo, mas pra mim que sou leigo no assunto, qualquer pessoa que ocupasse um cargo tão importante no governo, com tantas informações privilegiadas, não deveria trabalhar no mesmo, ou em qualquer cargo que lide com estas informações, deveria existir um meio da pessoa que fosse ocupar um cargo deste porte no governo, de escolher entre ser ministro, ou não se meter com a vida publica e seguir com a sua vida normal. Será que se o Ministro Palocci não fosse o que é,ganharia tanto dinheiro em tão pouco tempo, fazendo como faz a maioria dos empresários Brasileiros?
    Nos EUA, políticos corruptos são presos - No Brasil têm impunidade.(biodireitobiotica)
video
A grande confusão deste país é que estes “caras”( muitos políticos) não sabem que o Estado existe para servir ao povo( Nação) e não o contrário) e quem deveria fiscalizar isto, que são os políticos, também não fazem muito esforço.
Vanderlei Prado
O mendigo que não existe( curtynet)
video