sexta-feira, 9 de setembro de 2011

New York City-cidade global/ 11 de Setembro

No dia do ataque as torres em New york, eu nem sabia o que estava acontecendo, minha irmã me ligou e disse pra mim ligar a TV dizendo que um avião tinha batido em um prédio nos USA, quando eu vi aquilo eu pensei; avião bateu em um prédio? O que a TV mostrava, parecia sim com o fim de tudo, o Apocalipse, e o que se seguiu que o mundo inteiro assustado pode assistir da sua casa. Neste dia como eu , muitas pessoas ao redor do mundo não fizeram mais nada, somente deixaram este dia terrível seguir o seu curso, vendo tudo pela TV.
New York é como São Paulo e esta repleta de pessoas do mundo todo, é o lugar que todos querem ir, pela sua fama, arte, musica, eu mesmo sem ter colocado os pés lá, na minha imaginação já percorri as suas ruas, andei num táxi amarelo, ouvi Jazz, blues, rock, fiquei bêbado num daqueles bares esfumaçados...
Tem aquele parque "doido" que eu nos meus planos um dia queria tocar o meu violão.
O que sobra de tudo isto, o que fica na cabeça é que estas coisas que não queríamos mais ver acontecer, seguirão acontecendo enquanto a ignorância dominar as mentes das pessoas por todo o mundo, enquanto também as pessoas seguirem obedecendo pessoas ignorantes de todas as partes do planeta,  do Oriente ao Ocidente, que erroneamente seguem com seus desejos de domínio e manipulação das massas. A única possibilidade de mudança e termino deste ciclo de violências esta dependendo somente da atitude individual de cada ser humano, seja ele americano, europeu, árabe, oriental, católico, corinthiano, Palmeirense, Judeu, Palestino, Muçulmano, Brasileiro...o que seja. Para mudar bastaria apenas respeitar os outros, as suas vontades, diferenças, cultura. Como a direção que o mundo tomou, as prioridades são outras; uma nave logo vai alcançar Marte, você roda pelo mundo em segundos somente com um toque no teclado e mouse do seu computador, mas acha tudo estranho na sua volta, tudo aquilo que não pertencer ao seu "mundinho", você não conhece nem os "caras" da sua esquina. Por isto que fatos como os que acontecem muito em São Paulo, como passar com um carro caro a mais de 140 km hora numa rua onde não poderia andar a mais de 50, matando um pessoa inocente vire uma coisa banal, somente números de estatistícas, o outro é somente o outro. A soma dos atos levados pela ignorância de coisas muito simples, levam aos pequenos e grandes desastres. No caso do poder nas mãos de uma pessoa ignorante; quem lhe deu este poder senão que a soma dos indivíduos, "UM".
Revendo as imagens que passam a todo momento mostrando o incêndio no prédio e as pessoas acenando por socorro, fora o sofrimento que estas pessoas tiveram, ficam as seguintes questões: As pessoas que trabalharam no projeto de uma construção enorme como esta, não pensaram nesta opção de um grande avião atingir o prédio, ou um míssil, até aí tudo bem, mas também não pensaram que por outros motivos poderia haver um grande incêndio, e como os bombeiros de forma rápida teriam que fazer para chegarem aos andares mais altos ? Porque ali ficou claro que não havia nada que os bombeiros poderiam fazer, somente assistir aquilo horrorizados, as pessoas saltando do edifício em chamas para a morte certa.Tirando a beleza dos edifícios aquilo parece mais é com uma grande armadilha sem chances de fuga, e o pior já aconteceu vários incêndios em grandes prédios no mundo inteiro, como no caso de prédios que nem escada externa contra incêndios  tinham. Os prédios seguiram existindo, e as pessoas seguiram trabalhando e morando nos grandes prédios e não é nada bom para quem vive neles esta sensação de falta de segurança.
O que aconteceu nos atentados de 11 de Setembro matando milhares de inocentes, além de causar o dano maior as vitimas ligadas diretamente ao acidente, aos Nova Iorquinos e ao povo americano, também atingiu de outra forma, moral, a todas as pessoas do mundo inteiro que são contra qualquer tipo de violência, que mate milhares de pessoas, na maioria inocentes, seja em nome do que for.


Repudio total, 11 de Setembro, NUNCA MAIS

















imagens/google














Empire State of Mind      Jay Z/ Alicia Keys
JayZ

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O dia do ladrão Fui roubado, entraram na minha casa, quebraram o vidro e arrombaram um cadeado, já era previsto e tinha tirado já ...