sábado, 24 de dezembro de 2011

Sim...É possível sobreviver ao Natal














-->
Ruas lotadas, tudo mais complicado, transito travado, pessoas que se transformam em misseis humanos vindo na sua direção sem mudar a trajetória. Quando chove este misseis humanos usam um equipamento extra que pode furar os seus olhos; O guarda chuva. Carros e motos saindo por todos os lados, todos com muita pressa e nervosismo, podem passar em cima de você, mas...é Natal.
Ônibus lotado levando pessoas para os Shoppings pra comprar tudo o que vem da China, afinal dificilmente alguém vai encontrar algum produto sem a etiqueta Made in China, então é isto vamos correndo comprar os presentes para nossos amigos, vamos criar empregos la fora comprando esta infinidade de cacarecos reluzentes e depois de algum tempo os nossos amigos também estarão nas filas de empregos, pra tentar uma vaga de empacotador, caixa, ou vendas pela Internet e telefone pra ...vender produtos da China. Enquanto isto eu e mais um tanto de artesãos e pequenos fabricantes, vamos correndo pra fila da sopa pra guardar o nosso lugar, porque atualmente pouca gente sequer olha pra esta “coisa” chamada artesanato, então se a gente não fizer “magica” ou vender alguma coisa reluzente...da China, vamos entrar numa fria. Mas tudo em nome do Natal.
Também não deixem de ver o presépio vivo na cidade de São Paulo, original, um dos únicos no mundo; Os artesãos de rua sem licença pra trabalhar, você encontrará eles espalhados pela cidade, um pano jogado no chão, um pequeno painel e uma mochila pra jogar tudo dentro e correr da Guarda Municipal que também faz parte do presépio vivo com as suas lindas viaturas que piscam o tempo todo na caçada. É natal, alguem se lembra do nome da pessoa que se comemora esta data ou qual o sentido verdadeiro de tudo isto? Acredito que uma boa parte, principalmente do comando que manda a policia pra cima do pessoal que tenta trabalhar nas ruas e dos amigos deste comando e lobistas que, passam o ano pendurado no "saco" desta gente pra pedir a proibição do artesanato na cidade...NÃO!!!




Nenhum comentário:

Postar um comentário

O dia do ladrão Fui roubado, entraram na minha casa, quebraram o vidro e arrombaram um cadeado, já era previsto e tinha tirado já ...