Total de visualizações de página

domingo, 4 de dezembro de 2011

Uma tragédia indígena

Pistolagem, homicídio, suicídio, desnutrição, alcoolismo, racismo, narcotráfico, desmatamento e falta de terra. A expectativa de vida do maior grupo indígena do país é de 45 anos, só comparável à do Afeganistão

RICARDO MENDONÇA, DE DOURADOS (MS), E MARIANA SANCHES

A índia Sandriele, da etnia guarani-caiová, num dos barracos do acampamento Apikay, na estreita faixa entre a BR-463 (ao fundo) e a cerca de um canavial. Há anos sem nenhuma atividade, sua família só sobrevive das doações de cestas básicas (Foto: Filipe Redondo )

Nenhum comentário:

Postar um comentário