segunda-feira, 25 de junho de 2012

Arte na Rua ou repressão? O que é melhor pra cidade e as pessoas? Cantora canta Stones nas ruas do Rio


Deixando de lado os exageros sobre o potencial da cantora, uma coisa é mais do que certa: A importância das ruas, praças e calçadas para a divulgação de artistas de rua, artes plásticas, artesanato etc.
Em são Paulo a Prefeitura que parece não entender nada disto faz pior ainda, o contrario de tudo que diz respeito à arte e bom senso; proíbe, persegue, usa até a PM para reprimir artistas e artesãos de rua como foi mostrado tempos atrás nos jornais; um guitarrista de rua sendo algemado na Av. Paulista. O contra senso de tudo isto, pra mim a maior prova de despreparo para gerenciar uma cidade da importância de SP esta acontecendo agora, quando a PM que estava sendo usada para ajudar no trabalho da repressão ao comercio ambulante, aos artesãos e artistas de rua foi atacada e morreram muitos policiais. A pergunta é muito simples: Faz sentido usar a PM para combater quem de alguma forma procura trabalhar enquanto a população morre pelas esquinas, é assaltada, sequestrada? Não é melhor usar estes mesmos policiais para ajudarem no trabalho preventivo, na segurança das pessoas que andam na cidade?

















































Artista de rua canta música do 'Rolling Stones' no Centro do Rio e bomba na web

 

Foto: Reprodução Internet
Com uma placa onde se lê seu nome, Jesuton, e um amplificador ao lado, ela já é conhecida por cantar em diversos pontos da cidade. Mais de duas mil pessoa já cutiram sua página no Facebook, onde ela posta imagems, vídeos e diz onde estará cantando.
http://odia.ig.com.br/portal/diversaoetv/artista-de-rua-canta-m%C3%BAsica-do-rolling-stones-no-centro-do-rio-e-bomba-na-web-1.447922


2 comentários:

  1. Muito bom cara. Polícia prende trabalhador de rua mas faz vista grossa pra violência em massa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Precisamos mudar este estado de coisas. "fascismo" disfarçado de Democracia.

      Excluir

Mutantes a banda

Mutantes a banda Eu comecei a minha carreira de “escutador” de musica muito cedo ouvindo musica italiana dos velhos e pesados discos...