domingo, 16 de outubro de 2011

Prefeitura de São Paulo com a ajuda da PM acaba com a única feirinha de artesanato de rua que ainda resistia.


Parece repetitivo o que estou escrevendo, mas é que os fatos se repetem e nada muda, piora, então tenho que escrever sobre o mesmo assunto, que pode ser chamado de “ O extermínio do que sobrou do artesanato de rua de São Paulo”. E o pior é, que precisamos de ajuda de órgãos de direitos humanos internacionais, ISTO É SERIO, ESTAMOS PEDINDO SOCORRO, alguma coisa de fora do país para mostrar  esta vergonha que esta acontecendo na maior cidade do país. Vendem uma imagem do Brasil lá fora, mas a realidade é muito diferente da beleza dos tucanos, sucuris, belas mulatas. Nós que trabalhamos com artesanato não estamos conseguindo nada em São Paulo e dependemos do nosso trabalho para a sobrevivência. O povo esta iludido com uma copa do mundo que na realidade poucos terão dinheiro pra assistir nos estádios e ainda tem a pressão das grandes marcas fazendo exigências via FIFA, pelo menos desta vez temos uma presidente que esta questionando isto. Mesmo para nós artesãos, minúsculos, quase invisíveis talvez haja pressão para que a prefeitura  faça a “LIMPEZA NA CIDADE”, TIRAM A FEIRINHA E ENTRAM OS BACANAS, OS BONITINHOS, OS APROVADOS PELO "CONSELHO". Alguns grupos de bacanas na nossa volta nós já conhecemos, já sabemos das suas táticas e mesmo cometendo diversas ilegalidades em áreas publicas, não são questionados pelo poder publico, mas nós vamos questionar isto, com a ajuda da imprensa e da defensoria publica. Porque a lei tem que ser cumprida para todos os cidadãos, se não, não é lei e tem outro nome pra isto.
Pode parecer exagero, trágico, mas não parece. É TRÁGICO QUANDO VOCÊ É PROIBIDO DE DESEMPENHAR A SUA PROFISSÃO.
O poder não mostra a sua verdadeira cara então as pessoas que estão por trás desta ordem deveriam saber que elas recebem os seus salários e com isto podem pagar as suas contas, fazer compras no supermercado, direito ao lazer e até guardar dinheiro, agora o que é que passa na cabeça destas pessoas quando tiram o direito dos outros de pelo menos comer e alimentar os seus filhos, pagar as contas, pegar  ônibus, não estamos falando nem em diversão, direito que não temos há muito tempo.
Não é exagero, é a pura realidade, eu saí de casa hoje já sabendo que seria difícil trabalhar no único dia de feira que é o sábado na feirinha da Teodoro Sampaio. Gastei dinheiro no transporte, porque você pode ser proibido de trabalhar mas se você não tiver dinheiro não pega trem, ônibus. Cheguei pela manhã no local da feira para encontrar um batalhão de pelo menos 50 PMs e mais um monte de viaturas, mais Guardas Municipais para  a proibição do nosso trabalho. O que é difícil de entender é que todos os dias tem pessoas morrendo vitimas de assalto, o Brasil é campeão em assassinatos e o efetivo da PM não é suficiente como o próprio poder publico já colocou para a imprensa, para dar mais segurança paras pessoas. No mínimo, o uso da Policia para combater quem trabalha é desperdício de dinheiro publico.
Em todo este tempo de luta  para tentar a regulamentação da feira, a cada proibição, ouvimos boatos sobre o possível motivo, desta vez falaram que foi devido a clonagem de cartão num caixa eletrônico de um banco do outro lado da rua, então, porque somos nos quem oferece perigo ao banco, porque não proíbem as pessoas de transitarem nas ruas, fechem as lojas, acabem também com a outra feira, com as lojinhas de artesanato, bares, restaurantes. Numa outra ocasião de proibição da feira falaram de denuncias sobre drogas na rua, então na época eu disse que não tínhamos culpa se toneladas de drogas entram no Brasil e naturalmente vão ser despejadas nas esquinas de varias cidades do País, portas de escolas, universidades, porque, cada vez mais e mais pessoas consomem drogas, e isto também não é culpa dos artesãos da Teodoro.
Viver de arte, artesanato já é uma proeza, uma resistência e a pessoa que escolheu esta profissão tem que ter os mesmos direitos ao trabalho de alguém que escolheu ser engenheiro, pedreiro, policial, coveiro, senador, vereador, dono de loja, ferramenteiro, lixeiro, gerente de banco. A diferença de quem faz artesanato é só que os meios, locais de trabalho são diferentes e artesão trabalha se divertindo muitos não entendem as vezes quando vê um cara meio largado, sem dente, sem carro, sem apartamento, sem uma boa conta bancaria, rindo, tomando cerveja, é que as vezes o espírito anda mais leve, se eu não me engano, passou tempos atrás um “cara” pela terra e disse algo como; o meu reino não é deste mundo, que haveria vários reinos... Eu não tenho religião, mas este “cara” era bem legal e parece que ele e seu pai faziam ARTESANATO...ÊPA...ACHO QUE ERA JESUS O SEU NOME.
O que é interessante é que a maioria das pessoas que vivem perseguindo, atrapalhando a vida dos outros, tem RELIGIÃO, VIVEM REZANDO E FALANDO MUITO EM SEU NOME.
Certa vez li um texto de alguém que tinha um blog que dizia que a sensação que se tem em escrever num blog é a de que ninguém lê, escreve pra si mesmo, o meu blog tem poucos acessos mas se as estatísticas do blogger forem corretas, sempre tenho acessos, além do Brasil, de Portugal, USA, Europa, Japão e outros países, então pra mim o que importa não é a quantidade e sim a qualidade para fazer a diferença neste planeta, o mundo inteiro esta dizendo que quer algo melhor e nós temos a obrigação de fazer algo pra melhorar esta terra pra rapaziada que esta por aí e pra quem esta  chegando, cada um da sua maneira, a nossa é fazendo artesanato, musica e nesta questão de melhorar o planeta não existem países e sim a raça humana.
Se alguém ler este texto e entender, concordar com estas ideias e conhecer alguma ONG ou mesmo algum artista que queira ajudar a difundir a causa é só escrever, se a proibição seguir por aqui enviaremos carta para a ONU denunciando e reclamando nossos direitos ao trabalho.

ARTESANATO NÃO É CRIME
É CULTURA POPULAR E QUEM FAZ ARTESANATO TEM OS DIREITOS GARANTIDOS PELO 5º art. DA CONSTITUIÇÃO E LEIS DA CULTURA
PRA PREFEITURA A FEIRINHA DA TEODORO É ILEGAL, NÃO SOMOS ILEGAIS
ILEGAL É A ENORME CORRUPÇÃO DO BRASIL QUE ROUBA ATÉ VERBA DE MERENDA DAS CRIANÇAS E DA ARÉA DA SAÚDE
ORGANIZAÇÃO SIM
EXCLUSÃO SOCIAL
NÃO  Vanderlei Prado



















Veículos dos fiscais da prefeitura esperando tentativa de artesão querer trabalhar, para tomar o material de vários meses de trabalho            
O artesanato da maioria dos artesãos da Teodoro Sampaio, não dá em árvores e como não são comprados na rua 25 de Março fica muito difícil de recuperar, fora a multa que é de + ou - 400 reais,
agora o que é estranho é você encontrar em muitas feiras legalizadas, brincos da China, óculos, camisetas compradas.
Nas feiras do litoral de SP, pior ainda, tem até aparelhos eletronicos

















Este carro vermelho também estava sendo usado pela tropa da prefeitura. Do outro lado da rua haviam uns 50 PMs dando apoio, esta foto não foi tirada por medo da pessoa que estava com a câmera















Estes são os artesãos PERIGOSOS DA FEIRINHA, DA PRA VER ISTO OLHANDO PRO ROSTO DELES.
Veja aquele garoto de 80 anos de boné amarelo, "QUE PERIGO PRA SOCIEDADE"

Seria interessante conseguir os dados de ocorrencias em delegacias da cidade, estatísticas,pra saber neste tempo que a prefeitura usou a PM, que foi aproximadamente de 6 horas, se faltou policiamento em alguma região da cidade, se alguém precisou da policia militar e teve que esperar por muito tempo, se por falta de prevenção alguém foi prejudicado.










































Em uma das proibições feitas pela sub prefeitura de Pinheiros à uns 2 anos atrás, foi feita uma reunião entre os artesãos e eles. Nós pediram um projeto mínimo para seguirmos trabalhando até que a nossa situação pudesse ser regulamentada. Nós fizemos: bancas pequenas de 1,50 m sem teto com 0,50 m entre uma banca e outra, para não atrapalhar a circulação de pedestres. O projeto foi aceito por eles como solução provisória, mas ficamos esperando a regulamentação que não veio, nem reunião e com as inúmeras trocas de subprefeito e novas ameaças de repressão seguimos neste tempo trabalhando na incerteza e com varias ameaças, só com o apoio de alguns vereadores e da agora Deputada  federal Mara Gabrilli.
Como "bônus" extras temos também muitos artesãos que nunca ajudaram o nosso Movimento, só aparecem nos dias de sol, todos no verão viajam pras praias, só aparecem quando a feira volta a ser boa e alguns ainda conseguem causar problemas que acabam sobrando pra quem faz a feira praticamente todos estes anos com sol, chuva, tempestade e ainda correndo da Policia, além que muitos nunca aparecem nas inúmeras reuniões na Câmara Municipal, depois quando conseguimos alguma prolongação da feirinha provisória esses Artesãos de praia aparecem na maior cara de pau pra trabalhar. Outro detalhe é que muitas vezes quando mandam a Subprefeitura para proibir a feirinha, os fiscais ou alguém da Subprefeitura, quando alegam algum problema falam de algo que aconteceu, que esta atrapalhando alguém que passou, Talvez aquela" senhora, "coitada", que passa naquela calçada uma vês por ano" e justo apareceu naquele sábado e para o seu azar e o NOSSO, PODE TER SE ESBARRADO COM UM DESSES "CARAS CHATOS" que vindo da praia, " DA JAMAICA"aparece alí na Feirinha uma ou duas vezes por ano na fase boa, cheios de moral, exigências e se encontraram neste dia tragico. A CULPA TAMBÉM É NOSSA.

Também se tudo que for feito nesta cidade, envolvendo arte e um pouco de barulho e movimento, como já aconteceu na Av Paulista for usado como motivo de estorvo, então é melhor que todas as pessoas que gostam e precisam de diversão grátis e ao ar livre, fiquem em suas casas dormindo ou podem se pendurar de cabeça pra baixo nas arvores como protesto







Mais fotos de artesãos "perigosos"
Olha só este de óculos, bocejando. que "sujeito perigoso", ainda bem que havia 50 PMs para as pessoas ficarem tranquilas 

3 comentários:

  1. Quanto a esta situação, dá vontade de chorar de tanto triste e deprimente atitude das autoridades. É como folear hoje, uma edição do Notícias Populares, um jornal que nem existe mais e isso não faz lá muita diferença, pois as certas coisas não mudaram.
    Já que tocou no nome do meu mestre Jesus, aqui vai uma coisa que ele disse:
    "Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus."
    Evangelho não é discurso, reza e divagação e sim, a prática do amor sem diferenciação de pessoas, amor verdadeiro ao próximo, manifestado por atitudes e não apenas palavras bonitas. Quem fala de Jesus , reza e não põe em prática, soa como um pedaço de metal sem vida ou uma cédula de R$3.

    ResponderExcluir
  2. Você falou tudo e realmente esta situação nossa e esta atitude vergonhosa de quem tem o poder e usa isto contra a população do que trabalhar para o beneficio das pessoas, o que é a sua obrigação é algo que nega tudo que existe de decente na sociedade.

    Vanderlei

    ResponderExcluir
  3. dinheiro publico sendo usado para impedir pessoas honestas de trabalharem é um horror!!!!!

    Rogerio

    ResponderExcluir

O dia do ladrão Fui roubado, entraram na minha casa, quebraram o vidro e arrombaram um cadeado, já era previsto e tinha tirado já ...